QUANDO O AÇO É A OPÇÃO MAIS ECONÔMICA NO CANTEIRO DE OBRAS
Estruturas de Aço: Viabilidade Econômica, da Concepção ao Pós Uso foi um dos painéis que mobilizou a atenção do público no segundo dia do Construction Congresso, que acontece no pavilhão do Centro de Exposições Imigrantes até sexta-feira, dia 7 de junho. A partir de sua experiência profissional, o arquiteto Martin Corullon abriu os trabalhos apresentando as vantagens da utilização do aço. Em sua avaliação, esse metal confere leveza e transparência à obra, além de favorecer a velocidade e adequação às características específicas do canteiro de obras.

“Por ser montado, o aço é o único material que se torna viável em canteiros específicos, como aqueles que têm dimensão mais estreita, sem espaço para grandes gruas”, observou. Recentemente, ao projetar uma obra para a Gol no Aeroporto de Confins (MG), com um vão de 80 metros, a opção mais viável foi a utilização do aço, exemplificou. Já o engenheiro civil Fernando Penna fez sua apresentação baseada na viabilidade econômica do aço. “O concreto pode até parecer mais barato, mas quando se faz uma análise global da obra, levando em consideração tempo, durabilidade e mão de obra, o aço pode se tornar mais barato”.

Fabio Pannoni, também engenheiro, apresentou os princípios básicos que regem a durabilidade das estruturas metálicas, com ênfase na correta avaliação da agressividade do meio ambiente. Segundo ele, é necessária atenção especial aos detalhes que podem favorecer ou dificultar o prosseguimento da corrosão.

O seminário foi organizado pelo CBCA - Centro Brasileira da Construção em Aço.
Aproveite para visitar também:
Visite o Site Visite o Site
APOIO
Entidades

Mídia
Realização:
Local:
Sobratema - Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração
Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj 401 - Água Branca - CEP 05001-000 - São Paulo/SP - Tel. 11 3662-4159 - Fax. 11 3662-2192
sobratema@sobratema.org.br