PPP DA CASA PAULISTA: 20 MIL CASAS POPULARES PARA O CENTRO DE SÃO PAULO
Um dos principais programas da Casa Paulista – o nome fantasia da Agência Paulista de Habitação Social, da Secretaria Estadual de Habitação – é a Parceria Público Privada para a produção de 20 mil unidades habitacionais para famílias de baixa renda no centro expandido de São Paulo. A informação é de Antônio Marcio Costa, consultor da Casa Paulista, que na tarde desta quarta-feira falou sobre Política Habitacional do Estado de São Paulo no Construction Congresso. O programa vai além da construção de moradias populares, tratando também da urbanização da região, revitalização de áreas degradadas e criação de infraentrutura.

O palestrante lembrou que a Casa Paulista foi criada em 2011, no início do governo Geraldo Alckimin com o objetivo de fazer o fomento de habitações populares: “O governo sentiu a necessidade de criar condições objetivas para que a iniciativa privada também se voltasse para a produção de moradias para a população menos privilegiada”. De acordo com ele, o contingente de famílias que buscam casa própria e tão grande que se transforma em um fardo muito grande para ser levado apenas pela CDHU.

Segundo Antônio Márcio Costa, o governo estadual decidiu criar a agência através de diversos instrumentos, principalmente através do subsídio, procurando estabelecer condições para que os empreendedor privado também ofereça habitações para famílias de baixa renda: “O que o cara não puder pagar, a Casa Paulista paga”.
Aproveite para visitar também:
Visite o Site Visite o Site
APOIO
Entidades

Mídia
Realização:
Local:
Sobratema - Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração
Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj 401 - Água Branca - CEP 05001-000 - São Paulo/SP - Tel. 11 3662-4159 - Fax. 11 3662-2192
sobratema@sobratema.org.br