INFORMAÇÃO E PLANEJAMENTO PODEM EVITAR O EXCESSO DE PESO NA CARGA RODOVIÁRIA
No dia 6 de junho, o Sindipesa – Sindicato Nacional das Empresas de Transporte e Movimentação de Cargas Pesadas e Excepcionais promoverá, a partir das 14h, o seminário Pesagem de Carga Rodoviária Geral e Indivisível, no Construction Congresso – Edificações e Obras de Infraestrutura, na Sala Cedro.

“A pesagem de cargas é um tema bastante atual, é uma necessidade para o Brasil, que precisa construir, manter e preservar sua infraestrutura rodoviária. Ao mesmo tempo é um tema controverso e o Construction Congresso representa uma excelente oportunidade para se debater esse assunto”, afirma João Batista Pinheiro Dominici, vice-presidente Executivo do Sindipesa.

Após quase uma década, o Brasil retomou, de maneira intesiva, a fiscalização do peso dos caminhões em circulação pelas vias públicas. As mais recentes resoluções do Contran – Conselho Nacional de Trânsito e a Portaria 63/09 do Denatran – Departamento Nacional de Trânsito trouxeram novas regras para o controle dos pesos dos veículos de carga, o que vem exigindo dos embarcadores e transportadores novas técnicas para o carregamento de seus veículos.

De acordo com o vice-presidente do Sindipesa, a legislação, que ainda está em processo de revisão pelos órgãos governamentais, traz muitas dúvidas com relação à tolerância, às balanças e a pesagem de alguns tipos específicos de carga, como a carga líquida e as cargas indivisíveis.

Além dos limites no peso bruto total e no peso por eixo, as novas resoluções apontaram as responsabilidades de cada agente no caso de infração por excesso de carga. “Quando vários embarcadores carregam o caminhão é de responsabilidade do transportador distribuir corretamente as cargas sobre o veículo. Mas, se o embarcador é único, ele é o responsável pela distribuição e a ele caberá a multa”, destaca Dominici. “Assim, além de bem produzir o seu produto, o embarcador agora deve dominar a expertise de como transportá-lo de forma correta sobre os caminhões e carretas”, acrescenta.

O excesso de peso na carga rodoviária pode causar outros problemas como, por exemplo, o desgate prematuro do veículo e da estrada e o aumento da possibilidade de ocorrerem acidentes. Para o executivo do Sindipesa, a solução para esses desafios passa primeiro pela informação, educação e conhecimento das causas do excesso de peso e como evitá-los. O segundo é a fiscalização para coibir os abusos.

Outras questões importantes e que merecem um aprofundamento técnico serão apresentadas pelo engenheiro Rubem Penteado de Mello, durante o Seminário Pesagem de Carga Rodoviária Geral e Indivisível, no Construction Congresso. “Ele é um profundo conhecedor da legislação e seguramente vai propiciar uma excelente oportunidade para autoridades e usuários de transporte rodoviário de cargas aprofundarem seus conhecimentos sobre esse assunto”, finaliza Dominici.

Para se inscrever no seminário Pesagem de Carga Rodoviária Geral e Indivisível, basta entrar no site do Congresso: http://www.constructioncongresso.com.br/index.php/programa/palestra/14
Aproveite para visitar também:
Visite o Site Visite o Site
APOIO
Entidades

Mídia
Realização:
Local:
Sobratema - Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração
Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj 401 - Água Branca - CEP 05001-000 - São Paulo/SP - Tel. 11 3662-4159 - Fax. 11 3662-2192
sobratema@sobratema.org.br