CONCESSÕES E PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS DEVEM ABRIR NOVA DEMANDA PARA PROFISSIONAIS DE ENGENHARIA
O mercado da engenharia vem crescendo com os inúmeros investimentos realizados na área de infraestrutura e, também, para a construção de novos empreendimentos imobiliários. Essa expansão exige, cada vez mais, profissionais especializados e qualificados para atuar em diferentes funções no setor. Para debater esse assunto, o IBEC – Instituto Brasileiro de Engenharia de Custos promoverá durante o Construction Congresso., no dia 7 de junho, a partir das 14h, n Sala Oiti, o seminário Planejamento e Gestão de Carreira no Mercado de Engenharia.

De acordo com Rubens Borges, diretor do IBEC-SP, há um apagão de mão de obra qualificada para atender as exigências do mercado de trabalho na engenharia, que está em expansão. “A maior parte das obras em andamento está associada as verbas governamentais e os desafios a serem cumpridos em obras públicas são maiores do que nas obras privadas”, explica. “Estamos percebendo que há muitas vagas, principalmente, para funções especializadas. No entanto, faltam profissionais qualificados para preenchê-las e, com isso, as empresas estão importando essa mão de obra para atender a demanda”, complementa. Entre as funções com abertura de mercado estão orçamentistas, engenheiros de custo e engenheiros que cumpram funções de responsabilidade no andamento da obra e, ao mesmo tempo, sejam também “gestores de empreendimentos”.

Além da expansão, o mercado de engenharia também apresenta mudanças, com o estabelecimento das concessões e das parcerias público-privadas, principalmente na área de transporte, que visam aproveitar o capital e recursos privados disponíveis para reduzir os gargalos verificados nesse segmento. Com isso, segundo Rubens, surge uma nova demanda: profissionais que têm conhecimento para cuidar das obras e, também, para realizar gestão das concessões. “É um misto de engenharia e de gestão, sendo uma oportunidade para os engenheiros ampliarem suas capacitações na área de administação, como também, para os administradores expandirem seus conhecimentos na área de engenharia”, afirma.

Para aproveitar essas oportunidades, o diretor do IBEC-SP orienta que o profissional precisa saber se posicionar de forma estratégica, além de possuir uma formação sólida e ter uma boa especialização. “Além do conhecimento técnico, ele precisa saber gerenciar projetos, liderar equipes, vender e defender ideias e, complementarmente, saber gerir os custos”, diz. “O conhecimento técnico em si não é mais o que faz a diferença, mas sim a capacidade de gerar lucro e rentabilidade para o negócio”, acrescenta.

Nesse sentido, a gestão e o planejamento da carreira são fundamentais. “O sucesso não acontece por acaso. Saber onde se quer chegar e controlar o caminho que levará a alcançar essa meta é a base para construir uma carreira bem-sucedida”, opina Borges. “Estar informado sobre as transformações que ocorrem no mercado e ter consciência em que estas mudanças impactam a carreira profissional são duas exigências para se manter no caminho do sucesso”, finaliza.

Para se inscrever no Planejamento e Gestão de Carreira no Mercado de Engenharia é só acessar o site: http://www.constructioncongresso.com.br/index.php/programa/palestra/47
Aproveite para visitar também:
Visite o Site Visite o Site
APOIO
Entidades

Mídia
Realização:
Local:
Sobratema - Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração
Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj 401 - Água Branca - CEP 05001-000 - São Paulo/SP - Tel. 11 3662-4159 - Fax. 11 3662-2192
sobratema@sobratema.org.br